5 Séries policiais para ver neste Outono

E finalmente o Outono chegou e parece que veio para ficar. Os dias ficam mais curtos, mais escuros e a vontade de nos embrulharmos numa manta com uma bebida quente começa a crescer. E para melhorar o cenário de mantinha e bebida quente, acrescentemos um binge watching de uma boa série e pronto, aquecemos a alma. Hoje trago algumas sugestões de séries que condizem com dias frios. São séries policiais que têm em comum um ambiente sinistro, suspense e uma excelente fotografia. Enrosquem-se na manta, peguem no chocolate quente e vamos a isto.


And finally the Autumn has arrived and it seems that is here to stay. The days are getting shorter, darker and urge to rape ourselves in a cosy blanket with a warm drink in our hands is growing and growing. And to turn this scene into something somewhat better, let’s add a binge watching of a good TV show and there you have it. Perfection. Today I bring you some suggestions of TV shows that go well together with cold days. They are police TV shows with a sinister vibe, lots of suspense and an exquisite photography. So, get cosy in that blanket, grab that hot chocolate and let’s do this.

Top of the Lake

Em Top of the Lake somos levados até Laketop, uma pequena cidade na Nova Zelândia. É aí que Tui Mitcham (Jacqueline Joe), uma menina de 12 anos, tenta suicidar-se ao entrar num lago, mas é impedida por uma local. Tui está grávida de 5 meses e desaparece. Robin Griffin (Elisabeth Moss), uma detective que está de volta à cidade para acompanhar a mãe que está gravemente doente, é chamada para investigar o acontecimento. Quando questionada sobre a identidade do pai do seu bebé, Tui escreve num papel: ninguém. E se a primeira suspeita recai sobre Matt Mitcham (Peter Mullan), o pai de Tui e traficante da zona, ao longo da série vamos descobrindo os segredos que se encontram numa não tão tranquila cidade.

Temos ainda Holly Hunter a interpretar a carismática e misteriosa GJ, uma líder espiritual com um longo cabelo prateado que lidera um grupo de mulheres que desiludidas com as suas vidas abandonaram tudo para viverem na comunidade Paradise.


In Top of the Lake we are taken to Laketop, a small town in New Zeland. It’s there that Tui Mitcham (Jacqueline Joe), a 12 years old girl, tries to kill herself by drowning in a lake, but is stopped by a local. Tui is pregnant and she disappears. Robin Griffin (Elisabeth Moss), a detective who is back is town to see her hill mother, it’s called to investigate the incident. When questioned about the baby’s father identity, Tui simple writes on a paper: no one. And if at first Matt Mitcham (Peter Mullan), Tui’s father and town dealer, seems to be the prime suspect, we soon realize that nothing seems what it is and the town has too many secrets.

And to top it all, we have Holly Hunter playing a mysterious and charismatic GJ, a spiritual leader with long silver hair who leads a group of disappointed women who gave up their old lives to live in the Paradise community.

 

The Killing

 

Das séries mencionadas foi a última que vi e viciei, digna de um verdadeiro binge watching. A trama desenvolve-se em Seattle, EUA, num ambiente cinzento, nublado, chuvoso, sombrio como os próprios crimes e segredos que rodeiam as personagens. Sarah Linden (Mireille Enos), uma detective da polícia de Seattle com um passado conturbado e um filho adolescente, está de partida para a Califórnia onde tem casamento marcado e onde pretende começar uma nova vida. No seu último dia de trabalho, uma camisola ensanguentada aparece na floresta e Linden é chamada para investigar. Acompanhada pelo seu substituto, Stephen Holder (Joel Kinnaman), descobre o corpo de uma jovem de 17 anos, Rosie Larsen, no fundo de um lago, na mala de um carro pertencente à campanha do candidato a mayor de Seattle, Darren Richmond (Billy Campbell).

Durante duas temporadas, Linden e Holder vão investigar o homicídio de Rosie Larsen e vão sendo revelados os laços e os acasos que unem os três núcleos: a família Larsen que lida com a perda de Rosie, o staff da campanha de Richmond para as eleições de mayor e os próprios policias. A terceira e quarta temporadas giram em torno de crimes diferentes, mas o story line da série continua bem como a evolução das personagens.


Of all the tv shows mentioned, this was the las tone I saw and got hooked, a really binge watching case. The drama takes place in Seattle, USA, in a grey, cloudy, rainy, dark environment, as much as the crimes and secrets that surround the characters. Sarah Linden (Mireille Enos), a Seattle police detective with a troubled past and a teenage son, it’s leaving to California to get married and start a new life. In her last of work, a sweater full of blood is found in the woods and Linden it’s called to investigate. Joined by her substitute, Stephen Holder (Joel Kinnaman), she discovers the body of a 17-year-old girl, Rosie Larsen, on the bottom of a lake, inside a trunk of a campaign car, related to City Councilman Darren Richmond (Billy Campbell).

Along the two first seasons of the show, Linden and Holder investigate the Rosie Larsen murder and secrets start to emerge relating the three cores of the show: the Larsen family who is dealing with Rosie’s dead, the political staff at Richmond mayor campaign and the police itself. The third and fourth seasons approach different crimes, but the story line of the show it’s the same and the characters evolve. 

 

Broadchurch

E mais uma vez temos a clássica dupla de investigadores a tentar resolver um crime. Em Broadchurch, a investigação fica a cargo de Elli Miller (Olivia Colman) e Alec Hardy (David Tennant). A série tem lugar na pacata cidade costeira de Broadchurch, Inglaterra, e tudo começa quando um menino de 8 anos aparece na praia assassinado. Alec, é o forasteiro que vem ajudar a investigação além de ser o novo chefe de Ellie, que não gosta nada desta mudança. Enquanto tentam resolver o crime, descobrir novas pistas e impedir que a notícia chegue à imprensa e arruíne o turismo da cidade, Ellie e Alec vão criando uma relação de cumplicidade e confiança enquanto lidam com os seus próprios fantasmas.


And once again we have the classical investigator team trying to solve a crime. On Broadchurch, the investigation rests on the hands of Elli Miller (Olivia Colman) and Alec Hardy (David Tennant). The series takes place in the small coastal town of Broadchurch, England, and everything stars when an 8-year-old boy shows up, dead, on the beach. Alec, it’s the outsider who comes to help the investigation and Ellie’s new boss, fact that doesn’t please Elli at all. While they try to solve the crime, discover new leads and prevent the crime from reaching the news and ruin the tourism, Ellie and Alec relationship grows and as their trust in one another and deal with their own ghosts.

 

Hinterland

Na série Hinterland o cenário é Aberystwyth, uma pequena cidade costeira do País de Gales, local escolhido pelo detective Tom Mathias (Richard Harrington) para recomeçar a sua vida depois de deixar Londres e o seu passado conturbado para trás. Pouco convencional, Tom consegue que a sua nova parceira Mared Rhys (Mali Harris) confie no seu instinto. O melhor da série são os cenários idílicos, até as cenas de crime são meticulosamente compostas como se de uma pintura se tratasse. A série tem um ritmo lento, uma calma latente, cenários obscuros misturados com o folclore galês e a dose certa de suspense para nos agarrar ao ecrã e esperar por novos episódios.


In Hinterland, Aberystwyth, a small coastal city in Wales, is the chosen one for the detective Tom Mathias (Richard Harrigton) to restart his life after leaving London and his troubled past behind. The unconventional Tom manages to convince his new partner, Mared Rhys (Mali Harries), to trust in his instinct. The best of the show are the idyllic scenarios, even the crime scenes are meticulously set, somewhat like a painting. The show has a slow rhythm, an inner sense of calm, dark scenarios mix with Welsh folklore and the right amount of suspense just to grab you to the screen wishing for more episodes.

 

The Bridge

Um corpo cortado ao meio é encontrado no meio Ponte de Øresund, a ponte que une a Dinamarca à Suécia, mais concretamente a cidade de Copenhaga à cidade de Malmö. Martin Rohde (Kim Bodnia), um inspector da polícia dinamarquesa e Saga Norén (Sofia Helin), da polícia sueca, têm de trabalhar em conjunto para descobrir o autor do crime. Juntos começam a investigar o crime e a conhecer melhor a vida um do outro. Saga é uma excelente profissional, a melhor, mas com as suas capacidades socais deixam muito a desejar, e não é a frieza sueca, é mais além. Esta frieza é equilibrada por Martin, um polícia mais humano, com uma grande família e com uma queda para as mulheres. Sendo uma série escandinava esperem muito cinzento, muito inverno, um ritmo lento de narrativa e um respeito pelos direitos humanos, mesmo quando falamos de criminosos, fora do comum (ou do americanismo comum).


A body cut in half is found in the middle of the Øresund Bridge, the bridge that links Denmark to Sweden, or better saying, Copenhagen to Malmo. Martin Rohde (Kim Bodnia), a Danish police inspector, and Saga Norén (Sofia Helin), from the Swedish police, have to work together to solve the case and find the author of the crime. Together they start to investigate the crime and they get to know each other lives. Saga is a brilliant professional, the best, but she lakes social skills, and I’m not talking about the Swedish straightforwardness, it goes beyond that. But Martin balances it up, he is more human, with a big family and a soft spot for the ladies. Being a Scandinavian show you ought to expect a lot of grey, a lot of winter, a slow action rhythm e and an incredible respect for the human rights, even when criminals are involved.

E então, já estão no Netflix? 😛 Espero que tenham gostado das sugestões e fico a aguardar as vossas.


So, are you already on Netflix? 😛 I hope you enjoyed my suggestions and I’ll be waiting to hear yours.

Enjoy!

😉

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s